quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Diário de bordo


Esta manhã chegámos à Lapónia. O plano era roubar ao Pai Natal todos os presentes de todas as crianças do mundo. 
A dificuldade técnica consiste no facto de até agora ainda não o termos encontrado. 
Usámos da discrição possível para perguntar a uns locais se já teria partido para a distribuição atempada de presentes. 
Riram-se de nós de uma forma que me pareceu deveras suspeita. 
E embora toda a minha tripulação me tenha garantido que é um estado de paranóia causado pelas baixas temperaturas, a verdade é que passei o dia com a vaga sensação de que toda a gente sabe qualquer coisa que não me quer contar. 
Registo ainda que também me causa uma certa suspeição esta insistência generalizada para que beba mais gögli. 

(Feliz Natal.)

17 comentários:

  1. Sei que te vou partir o coração nas tenho que revelar-te a terrível verdade! O Pai Natal não existe! Eu sei! Eu sei! Bebé mais gögli que isso passa!

    (Feliz Natal.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que disparate Maria! Também andaste no gogli???
      Feliz Natal.
      :)

      Eliminar
  2. Não acredito, Cuca, a Pirata, finalmente capitulou.
    Cheers! Não é preciso gögliar mais, a Lapónia não existe!

    Feliz "Nadal"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho até à meia noite para o encontrar!
      Feliz Natal, Teresa.

      Eliminar
  3. procura, procura, Pirata. nada como um objectivo de vida ;)

    Feliz saque! digo, Natal!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana!
      Assim o pai Natal apareça...
      Feliz Natal!

      Eliminar
  4. Querida Cuca, a Pirata,
    Não acredite no que lhe dizem. O Pai Natal existe! Procure-o onde estiver. Se for necessário, encontre-o em si. Uma capitã no Natal pode ser o Pai Natal da sua tripulação.
    Feliz Natal!
    Um beijo,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outro Ente,
      Mas é claro que existe. O que acontece é que nem todos o conseguem ver!
      Beijinho de Natal

      Eliminar
  5. Capitã,

    o mapa foi lido ao contrário, não eram estrelas que brilhavam no céu, a ursa-maior está hibernada, como é do conhecimento comum de qualquer pirata-amador... eram os tamboris no mar! a tripulação devia ir borda fora, como pode?! trocar a rota da Lapónia pelas Caraíbas tropicais...

    Um natal quentinho (para todos).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria tão feliz que tivesse a Flor todos os dias a pintar-me a "realidade"...
      Feliz Natal!!!

      Eliminar
  6. Suspeito que se trata de um caso de indisciplina crónica das renas, como a da tripulação de certo navio de corso. Prelúdio para uma aliança estratégica: Renas & Piratas lda. Rebeldes na Lapónia & beyond.

    Um Feliz Natal, capitã!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As renas e os piratas sempre partilharam o gene da indisciplina. Seria uma aliança muito desalinhada. :)
      Um excelente Natal, meu amigo.

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Depois de bebermos três copos passa a ser gögli!!!! :)))

      Eliminar
  8. Querida Capitã, uma pirata relapsa como eu merece andar na prancha, eu sei. Ouvi dizer que o Pai Natal teve uma intoxicação por flato de rena, mas estou em crer que foi glögi mesmo. Estes La(m)pões são uns lampeiros de truz.
    Os meus votos de Feliz Natal sã não vêm a propósito, mas desejo-lhe e a toda a pirataria em geral um bom 2016, onde espero que rumemos a terras fartas, porque estamos fartos de não ter o que pilhar. Tornámo-nos uns pilha-galinhas? Anseio por um 2016 de fartura e saúdo a grande Capitã Cooka.

    ResponderEliminar