domingo, 27 de dezembro de 2015

Cuca, a Pirata também fala sobre isso do dia perfeito

Acordar cedo. Ser domingo em Lisboa e excecionalmente não ter de partir. O cheiro do Natal dentro de casa, já não sendo Natal. Um sol que não estraga o frio. Folhas douradas a caírem do céu. Encontrar na livraria os quatro livros que procuro e regressar a casa para os ler. O ressonar preguiçoso do cão. 
Abrir o primeiro livro e encontrar estes versos de Fiama:
A alegria das coisas não é a posse
mas a semelhança delas com os nossos dedos. 
Nem as coisas têm forma própria 
mas a que lhes dá a mão, usando-as.

Não haver outro tempo que não o da rotação da terra. 
O dia perfeito é o presente.


2 comentários:

  1. "O dia perfeito é o presente" ou
    o presente (de natal, por exemplo) é um dia perfeito.

    Obrigada, Cuca, eu andava pelos montes a pensar o que será um dia perfeito para mim - tenho infindos dias assim. Tu resolveste-me a equação.
    Perfeito. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se todos os clientes fossem assim queridos como tu...

      Eliminar