domingo, 19 de julho de 2015

Diário de Bordo

Como seria de esperar, a ausência da lua fez-se finalmente sentir no espírito das pessoas mais sensíveis (preferimos ignorar as outras 99%).
Um mecenas que prefere permanecer anónimo, como cumpre às pessoas de bem nesta arte bizarra do altruísmo, adjudicou a lua por uma quantia que, embora não permita financiar a expedição de todos a Bizâncio, satisfaz as despesas de uma modesta mas honrosa representação que será composta por mim própria. 
Vou deixar instruções para que, na minha ausência, a entrega da lua se faça em prestações, na medida exata da calendarização dos pagamentos. 
Pelas minhas contas, lá pelo dia 31 estará de regresso ao seu lugar. 
Entretanto iniciei os preparativos da expedição: já coloquei na mala um fato de odalisca e as mil e uma noites e marquei uma entrevista com Simbad, o Marinheiro. 
Depois de uma aturada reflexão de trinta segundos, decidi que desta vez não designero substituto. Depois da conspiração da semana passada, estes piratas merecem o terrível castigo da anarquia. 


9 comentários:

  1. Respostas
    1. Pensando melhor, talvez deva deixar a cutxi no comando. Afinal, ela está habituada a controlar-te!! :)

      Eliminar
  2. A cara Cuca ruma a Bizâncio e deixa os piratas em Atenas. Pérfido castigo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem tanto assim, meu caro...
      O vinho grego é excelente.

      Eliminar
  3. Pirrátaaa, anarquia por estas bandas não é castigo é estilo de vida. "Que povo este que não governa nem se deixa governar". (Esta noite vai ser de forrobodó de andar à lula com toneira).

    Boa férias, Pirata! Não vale trazer os 40 ladrões para bordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tarde demais, anónimo mauzão.
      Agora que me deu a ideia nem sei como vivemos tanto tempo neste navio sem os 40 ladrões.

      Eliminar
    2. 40 com os que já cá estão é gente a mais (mas eu já deixei de contar, 40 ou 1000 é quase igual com certeza). Traga-os, sim, venham, tenho por ali uns potes muito jeitosos.

      Eliminar
  4. Aí Capitã Cooka, temo que quando voltar de Bizancio os gregos tenham deixado o mecenas a sonhar com a lua e a ver navios, tenham posto os poetas num todos num bote furado deixado à deriva e tenham viciado o Andrhimnir em Dolmadakia e Ouzo.
    Entretanto entregaram a Cutxi ao BCE em troca do terceiro resgate , que aproveitaram democraticamente para comprar motas de alta cilindrada. Telemóveis topo de Gama, roupa escura e mochilas Louis Vuitton Bad Boy Line.
    O barco ficou entregue aos ratos, aqueles que têm sempre as boas ideias depois delas acontecerem.... Temos que estes novos piratas give pirataria a Bad name.
    Aye !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))))))
      Bem sei que são vastas as provações. A M D pode ir comigo para Bizâncio. Assim como acessora honorável da representante da expedição.

      Eliminar