sábado, 8 de fevereiro de 2014

Equívocos

Estavam equivocados. Foi o que disseram a terceiros.
Não fizeram por mal, não quiseram violar as leis, conspurcar o paraíso, destruir o mundo.
Apenas um equívoco. Como o de Eva com a maçã. 
Só que não exatamente com a maçã. Com o cianeto nas sementes da maçã. 
Um como o outro e consigo próprios.
Com a sua capacidade de resistência ao veneno.
Foi tudo um equívoco. Tranquilizaram-se os terceiros.

2 comentários:

  1. "How many masks wear we, and undermasks,"

    FP, nos Poemas ingleses

    ResponderEliminar
  2. E ainda assim... talvez nunca as suficientes.

    ResponderEliminar